Vi mas não tive paciência para ler tudo.

Revista Visão de 18 Junho 2009
Sondagem exclusiva
Os portugueses e o Sexo
Um inquérito revela que somos conservadores e que a crise também já chegou às práticas sexuais. Mas há novas atitudes e tendências.


Uma sondagem revelou que” … a maioria dos inquiridos tem prazer, mesmo se não atinge sempre o orgasmo. Mas muitos confessam nunca terem praticado sexo oral. Em contraponto, há quem se envolva na troca de casais ou assuma uma descontraída relação a três.”

!!!!!!

À pergunta Tem sempre prazer quando tem relações sexuais?, apenas 58.30% das mulheres respondeu que sim contra 69.8% dos homens.

Sinceramente pensei que a percentagem dos homens fosse mais elevada.
No que diz respeito á percentagem de mulheres que têm sempre prazer quando têm relações sexuais gostaria de saber qual a idade das interrogadas.

Por experiência própria, e por conversas com amigas, sei que a idade tem-me ajudado a ser mais exigente e a dar mais atenção ao meu próprio prazer :)

Pergunto-me igualmente se o facto de sermos conservadores não se deve ao facto de sermos um país católico, e se sim, será que a igreja não anda a fazer o trabalhinho dela e a divulgar o Kama Sutra para casais católicos do padre franciscano Ksawery Knotz.

Atenção, quem pensa que só vai ler sobre a posição do missionário (péssima para a coluna, ouvi dizer), está errado, bom é verdade que é só para casais casados!! Mas mesmo assim…
Aqui vão algumas citações do simpático franciscano em relação ao sexo entre casais cuja relação foi reconhecida perante Deus e os homens.

"Deve ser apimentado, surpreendente e cheio de fantasia".
"Algumas pessoas, quando ouvem falar no carácter sagrado do sexo no casamento, imaginam imediatamente que esse tipo de sexo tem que ser desprovido de alegria, brincadeiras e posições atraentes"
"Cada acto - um tipo de carícia, uma posição sexual - com o objectivo de excitar é permitido e agrada a Deus. Durante a relação sexual, casais casados podem demonstrar o seu amor de todas as maneiras, (eles) podem fazer um ao outro as carícias mais desejadas"

Infelizmente O padre Knotz não diverge da visão da Igreja sobre o sexo. E desencoraja o uso de contraceptivos pois estes "levam um casal casado para fora da cultura católica e a um estilo de vida completamente diferente".

Mas sempre é um avanço, digo eu, e numa época em que as pessoas precisam de algo a que se agarrar, algo que os reconforte, nada melhor do que se agarrar à religião melhorando a sua vida sexual.

Este livro deveria ser distribuído pelas famílias, e novo inquérito feito dentro de seis meses, só para ver se o número de católicos não praticantes se mantinha.

Em relação ao solteiros, pois… deve ser a crise que nos afecta!!!!!

24 comentários:

A disse...

um livro em que um padre discute posições sexuais, deve ser tão educativo como uma cena qualquer em que alguém sem qualquer conhecimento sobre um assunto fala sobre ele. (desculpem a falta de imaginação para a analogia).

continuando, há algo de terrivelmente errado no conceito do livro, porque como já disse se ele é padre não deve perceber do assunto, se percebe do assunto é porque não é muito católico e vive em pecado... de qualquer das maneiras saímos a perder, seja na cama, seja na igreja. digo eu, que não percebo nada dos dois.

Nawita disse...

Ah Ah Ah Ah!!
ó A, dá uma chance ao homem, penso que a ideia dele é prevenir os casos extra-conjugais, sabes aqueles homens que vão ter com outras mulheres porque a deles não serve para fazer isto ou aquilo? e depois as moças muito catolicas que pensam que sexo é mau e sujo e etc...

lá porque é padre não quer dizer que não possa ajudar os casais. a sério, os padres até são pessoas de confiança, e não digo isto por o meu avô ser padre e a avó ser freira...

sunshine disse...

"os padres até são pessoas de confiança, e não digo isto por o meu avô se padre e a avó ser freira..."
É impressão minha, ou o teu avô não era de confiança?! Atão o malandro pulou-se na freira?? Ai ai ai ai ai....

sunshine disse...

Terão sido eles a musa inspiradora do franciscano?

sunshine disse...

A,
quando não se percebe nada sobre alguma coisa, à que praticar, praticar...

A disse...

ou mentir, mentir...

isa disse...

O A é um céptico.

Também fiquei surpreendida com as percentagens no inquérito aos homens! Juro que achava que ali deviam de uns 99,9%!

Como é que o padre sabe daquilo tudo ( ele diz que foram conversas a fio com casais)não sei se será verdade ou nâo, mas se sabe mais do que eu, vou a correr comprar o livro!:)

Nawita disse...

A,

mentir? a mentira é sempre uma porcaria,ninguém ganha com ela. e não percebo porque dizes que se deve mentir, em relação ao quê?

Nawita disse...

Sunshine,

o padre era malandro, mas também temos que ver que era apenas um homem novo longe do seu país e ela também,e o calor tropical não ajudou muito ;)

Isa,

espantoso não é? afinal o que os homens dizem nem sempre é verdade, pelos vistos também eles fingem!
acredito que o padre possa dar bons conselhos, sobretudo a casais que tiveram uma educação muito retrograda que lhes ensinou que o coito é apenas para procriar e o prazer não tem nada a ver com isso. e claro que aprenderam também que o sexo é mau e mulher que tem prazer é puta.

A disse...

como és capaz de dizer isso nawita? a mentira é a pedra basilar sobre qual a sociedade se apoia!! sem ela haveria de haver muito mais gente chateada com ainda mais gente.

Nawita disse...

A,
Uma coisa é usar um pouco de diplomacia, não ser demasiado espontâneo e dizer tudo o que nos passa pela cabeça sem nos preocuparmos no efeito que isso terá sobre o outro.
Agora mentir propositadamente é que não.
É diferente não é? Ou estou a enganar-me?

A disse...

sim, tens toda a razão, partilho completamente desse teu ponto de vista.

A disse...

viste, no comentário acima eu menti. no entanto por momentos pensaste que eu seria uma boa pessoa e se calhar foste um pouquinho mais feliz... muito pouquinho eu sei :p

Nawita disse...

a minha felicidade passa por ver-te feliz :)
(não estás a ver mas neste momento estou a fazer olhinhos de bambi e dar á pestana como se não houvesse amanhã)

sunshine disse...

Nawita,
aquilo q tu chamas de diplomacia, eu chamo de mentirinhas sociais e o A, pragmático, chama mentira, tout court!!
As nuances que a malta consegue fazer para não ter q dizer q mente!!

sunshine disse...

A,
Tens razão, ás vezes o melhor é mentir!
E agora um conselho de amiga... Quando estiveres com uma mulher e reparares q a fulana engordou, nunca, mas NUNCA, comentes esse facto! É a pior coisa q se pode dizer a uma mulher!A menos q claro, não gostes mesmo nada dela e uses isso como arma;)

A disse...

é impossível não se ficar um pouquinho triste.

Nawita disse...

sunshine,

não são mentiras, apenas não dizemos as parvoíces que nos vêm à cabeça.
Continuo a afirmar que a mentira é má, seja ela qual for, quando dizemos que mentimos para não magoar o outro fazemo-lo apenas por egoísmo, pois temos medo de não saber lidar com a reacção do outro quando lhe dizemos a verdade.
depois a mentira pesa-nos e aí já dizemos a verdade sem pensar no bem estar do outro.
faço sentido?

Nawita disse...

A,
Impossível é querer dar uma resposta séria a essa piscadela de olho e bigode gingão!!

A disse...

o super-homem voa, eu tenho o meu bigode.

mentiras, são mentiras. há mentiras necessárias e há as que não o são, parece-me. mas tudo depende da vivência, quando uma pessoa já foi alvo de uma mentira e sai magoada é óbvio que a paciência para mentiras sejam bastante mais pequena. eu como nunca me magoei, em parte porque sou um besta insensível, quando falei nas mentiras estava a exagerar, por que gosto de dizer coisas que me façam rir por que de sério já me basta este calo que me apareceu no pé hoje de manhã e com o qual não sei lidar muito bem.

Nawita disse...

A,
Eu também gosto de fugir à realidade, e dizer coisas que me fazem rir.
Em relação à mentira, é uma conversa complexa para se ter aqui, justamente porque também eu gosto de exagerar. É o tipo de conversa que gosto de ter na presença das pessoas para poder esmurrar a verdade, a minha verdade, e fazê-las perceber que estavam erradas.

Epá isso do calo é lixado, usa calicida indiano, melhor vai a uma pedi cure!

A disse...

verás que os poderes tautológicos do meu punho são impossíveis de refutar.

fazer alguma coisa a este calo que não seja arranca-lo com um x-acto, faria com que o meu bigode caísse no chão.

Nawita disse...

olha que eu fui presidenta do clube de debate;)

epá rapaz, não digas isso, x-acto? ui.
sabes o que é pedi cure? normalmente são moças numas batinhas brancas e curtas agora no verão que te tratam dos pézinhos. pensa lá nisso.

Vani disse...

isso é mais para uma calista ou um podólogo. ;-) as pedicures não tratam disso. As que se prezem.