Ê cá goste de toda a gente, só nã simpatise!

7 comentários:

Roque disse...

Eu também gosto de toda a gente, excepto aquelas que moram no mesmo prédio que eu e o arquitecto que projectou o prédio e que teve a brilhante ideia de criar essa coisa das "áreas comuns", onde temos que, forçosamente, nos cruzar com as pessoas.

E também não gosto das pessoas que andam de transportes públicos, especialmente no verão, porque me tocam com os seus braços nus e por isso me obrigam a usar casaco, cada vez que ando de transportes públicos.

Fora isto... gosto da generalidade das pessoas.

Vani disse...

ê também!

e o q o roque disse.

Isa disse...

Roque, LOL

Nawita, obrigada pá! já me fizeram gargalhar, possa há 2 dias que não gargalhava caray!


Os olhos dela ... das coisas mais hilárias que vi últimamnete.

anatcat disse...

LLLLLLLLLLOOOOOOOOLLLLLLLLLLLLLL

(dos grandes)

É comámim, goste de toda a gente, só nã simpatize!

(o que me assusta a mim própria :), é que eu é à séria, de verdade!)

p.s.: simpatiza-mos :D

Nawita disse...

Roque e Vani,
Compreendo-vos muito bem.
Também stresso nos transportes públicos!

Isa,
Ela é genial, também vi isto umas 3 vezes seguidas!

Nawita disse...

Anatcat,
Desde que não andes por aí a morder ninguém não é preocupante.


Eu acho que somos todos um pouco preconceituosos, é difícil não ser. Sobretudo na idade adulta.
Eu não tolero as pessoas intolerantes!!!
Lindo não é?
Não suporto, como o Roque e a Vani, os meus vizinhos. Mas apenas porque não têm educação nenhuma e não respeitam as outras pessoas.
Morrendo esses, acho que passaria a gostar de toda, mas mesmo de toda a gente!

Vani disse...

Eu só não suporto os meus vizinho de baixo. Primeiro, porque são barulhentos comó raio (e para EU me queixar...). Depois porque são barulhentos comó raio e eu é que tenho de ouvir um jove com olhos raiados de sangue a vociferar para o chão.

Também não gosto de uma bruxa que mora no rés do chão. Maliducadona...e pelos vistos a carapuça de intriguista serviu-lhe bem. Mas faço questão de cumprimentar entusiasticamente o marido e o filho dela.

Tb gosto dos velhotes do 3º andar, são tão tolinhos que são uma gracinha.

Até da velhota do 2º eu gosto, apesar de encher os vidros com festivais e festas religiosas e de já me ter aparecido de olho negro e com um homenzinho ao lado a assegurar-me que ele não lhe tinha batido.

Tb adoro a Chiara, uma cadelita completamente passada dos fusíveis, que mora com a dona e o filho da dona (cabeludito mal encarado, é da idade do armário, era mais simpático há 4 anos atrás) e que me cheira a casa toda se me apanha de porta entreaberta e se me salta para cima se estou a trazer as compras para dentro de casa.

Mas não gosto das vizinhanças que não sabem estacionar, que nos roubam as plantas do hall, assaltam-nos os apartamentos (três vezes...ainda bem q mudei de fechadura), roubam-nos a antena da tv (3 vezes), dão-nos com nã sei o quê na cabeça e mandam-nos para o hospital...

Tb não gosto da ciganada, que me chama nomes quando os mando ir pedir dinheiro ao papá e à mamã, pq eu ainda no outro dia lhes dei...