Facadinhas

Já não saber o que fazer, a necessidade de sair da rotina. Precisar de ser tocada, sentir-me especial e desejada…

A distância, o telefone ocupado, os compromissos inadiáveis, levaram-me a ir ter com outro.

Percebo hoje que tudo isto foram desculpas, razões e obstáculos criados por mim, estava apenas a enganar-me.

Seguiram-se os remorsos, as lágrimas, a incapacidade de me olhar ao espelho sem me achar um monstro ignóbil e querer fugir.

Aqui, perante todos, afirmo sem sombra de dúvida que não quero outro a não seres tu.

Metrostudio* for my hair!

*Rua do Crucifixo, nº 120
Lisboa

6 comentários:

Vício disse...

e agora? já te encontraste?

Vani disse...

Trocaste a praia e o sul por uma permanente???? nãaaaaaaaaaaao!

Roque disse...

Eu corto o meu cabelo em casa, numa espécie de ritual de auto-gratificação... e gosto!

Isa disse...

Traidora pá!
prepara-te prá apedrejamento!! tst ... há gajas que ... tsss

Nawita disse...

Vício,

eu quero, a sério que quero. mas a partir do momento em que nos encontramos deixamos de precisar de coisas supérfluas e eu vi uns sapatos tão lindos!

Vani,

ah ah ah ah ah ah ah ah
não troco a praia por nada neste mundo. muito menos uma permanente, fui cortar as pontas do cabelo.

Nawita disse...

Roque,

eu já tentei isso, não me dei nada bem, tenho uma orelha danificada que o prova.


Isa,
sou apenas humana, de carne e osso, tenho as minhas fraquezas. E um pouco peluda também!